Igor Ferreira Um simples blog

Gostaria de dizer que não sei usar a internet!

Recentemente me mudei para Barcelona e, por conta da burocracia Espanhola, eu não posso assinar contratos de longo período (a parte de meu contrato de aluguel). Por causa disso, um fato me permeia: Não tenho internet em casa, e estou com um plano mobile de dados limitados.

Isso provoca uma mudança de vida: Não posso usar a internet fora do trabalho, além de mensagens de textos. E, honestamente, foi algo muito bom. Porque me provou uma coisa: Eu não sei usar a internet.

A internet é uma ferramenta sensacional, que proporciona a interligação de unidades de processamento e armazenamento por todo o mundo. Com isso, o acesso a informação é facilitada, tal qual processamento e análise das mesmas!

Mas, na nossa realidade do dia-a-dia, não é para isso que a internet é usada… E, sim, para entretenimento: Séries, vídeos aleatórios, gifs de gatos, etc.

Como uma pessoa que usa a internet para se manter em contato com família e amigos que moram em outros países, eu me coloquei em uma situação bem ruim. Youtube vídeo, atrás de youtube vídeo. Milhões de séries na playlist. Uma longa lista de quadrinhos para ler.

Mas, pouca leitura literária de maior complexidade (amo quadrinhos, mas o volume reduzido não permite um grande trabalho filosófico, tal qual livros); Pouca leitura técnica; E, principalmente, me fechando ao mundo online.

Barcelona é uma cidade que te convida a sair do seu apartamento. Um clima lindo, arquitetura impressionante, praia convidativa, e comida MARAVILHOSA. Ainda assim, desprendia algumas tardes revendo PR que vazou do dia de trabalho, séries atrás de séries, vídeos do youtube atrás de vídeos do youtube…

Se entrenter com essas formas de arte não é um problema. Mas, acredito ser válido carregar seu e-reader com publicações e sentar à beira do calçadão para ler; Andar até o cinema para ver uma sessão de um filme local; Tomar uma cerveja enquanto ouve à música ao vivo.

Saber usar a internet como uma ferramenta de acesso à informação, não como uma ferramenta de socialização! :)

Um extra:

Primeiro Terço — Notas de um peregrino

Botas e caderno em frente à igreja de Santiago

Eu resolvi colocar aqui, primeiramente em português, o log de uma pequena viagem que fiz pelo norte da Espanha: O primeiro terço do Caminho de Santiago.

Esses textos que virão ao longo de um período incerto, são extratos de um diário que foi escrito durante a viagem, com pequenas edições e traduções (já que esse teve trechos em português, inglês e espanhol). Decidi escrever esse relato para retomar a prática da escrita, e para guardar em palavras algumas coisas que podem desaparecer ou se ofuscar na memória.

Além disso, algumas outras decisões foram feitas: Sem data específica, sem nome de pessoas, sem descrições físicas detalhadas, sem entrar nas minúcias do trajeto, e sem muitos filtros dos pensamentos que permearam-me durante o trajeto.

Neste momento, eu já terminei o caminho, e estou em casa, com uma cerveja, ou um café, ou um churros redigindo o que este caderno vermelho guarda. Alguns já viram algumas fotos, ou já ouviram um pouco sobre os eventos. Mas, para os que nada ouviram, aproveitem!

Sorry for my english speakers. The en version will come on in a near future…

So long, and thanks for all the fishes!

Some time ago, I wrote about my experience on moving to London. It’s in Portuguese because it is hosted on my personal “blog”. But, it resumes my view about this great new city.

Now, I decided to open this medium for english texts because a new moment on my life has begun: Time to move on.

So long... Thanks for all the fish!

Things are happening in the world. Not good things. Really not good things. And, one of them is the UK is leaving the EU. This have consequences in the national economy and business market, for big and small companies.

The company where I work is one that decided to make a decision driven by the recents facts:

View this post on Instagram

A new chapter

A post shared by Igor Ferreira (@igorcferreira) on

A lot was put on the table to be analised. Market, people, clients, and world politics. Always putting people and employees above all. That is why the decision to have a new office out of UK was made.

An option for the employees and an extra option for new comers! A decision that makes sense for a company like Future Workshops.


A new opportunity, good and exciting, but, that leaves a broken heart behind

Can a heart still break once it's stopped beating

Changing is good, exciting, amazing, and empowers someone to see new cultures, thoughts, point of view, and nature! But, obviously, is never easy. You are leaving things behind to be able to live new adventures.

I’ve been in London for almost an year and a half. You may say that is not so long. But, I fell in love with the city, made friends in the company and in a small town called Oxted!

I’ll miss the night walks to get the last train from Oxted to London. A moment where I was able to see stars in the sky. I’ll miss the walks from Latimer Road to Liverpool Street Station, going through the Kesington Gardens and Hyde Park. And, I’ll miss the people.

But, there is something that I will not miss: The weather!

The weather is something that, at first, I though it would be something that I could easily overcome and adapt. But, every winter hit me, and hit me HARD. The wind, cold, rainy, dark afternoons are heavy in the soul.


So, what is the next step?

Barcelona's night sky

Barcelona!

Let’s be a Spanish in Spain.

But, this will be a new chapter on a new life… When I settle down and have more to say, believe! I’ll come back to tell you more about it! 🎉